Fundação Dorina Nowill faz Contação de Histórias na Bienal

Histórias estão sendo contadas por consultora cega, especialista em acessibilidade digital

A Fundação Dorina Nowill firmou parceria com a Mauricio de Sousa Produções (MSP) para participar da “Contação de História” na 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

FONTE: CPP CENTRAL

A ação acontece no Espaço Oficial Infantil – Navegando nas Palavras, tematizado pela MSP, desde 2 de julho, e amanhã dia 5, às 13 horas, será realizada pela consultora cega e especialista em acessibilidade digital, Andréia Aparecida da Silva Queiroz, que atuou por 10 anos como revisora Braille.

Fundação Dorina Nowill fará Contação de Histórias na BienalEla contará histórias por meio da leitura em Braille para o público visitante do estande da marca.

Serão lidos os livros da Coleção Turma da Mônica:

“Dorinha e a Turma da Mônica brincando pelo Brasil: Região Norte“, e “Dorinha e a Turma da Mônica brincando pelo Brasil: Região Nordeste”.

Serviço

Ação: “Contação de História” na 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Contadora de história: Andréia Aparecida da Silva Queiroz (consultora cega especialista em acessibilidade digital que atua há mais de 10 anos como revisora Braille)

Local da ação: Espaço Oficial Infantil – Navegando nas Palavras, tematizado pela Mauricio de Sousa Produções

Datas e horários: 2/7, às 12h, e 5/7, às 13h

Local do evento e endereço: Expo Center Norte – Rua José Bernardo Pinto, 333 – São Paulo/SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s