Decreto para adesão à Nova Carreira Docente é publicado

Publicação desta terça-feira (31) estabelece 24 meses para adesão, que é opcional

FONTE: CPP CENTRAL

Foi publicado nesta terça-feira (31) o decreto para adesão à Nova Carreira Docente, que estabelece o salário inicial de R$ 5 mil para professores da rede estadual. O sistema para escolha irá ao ar na quinta-feira (2) e, a partir desta data, os profissionais terão 24 meses para optarem ou não pelo novo modelo.


Os que realizarem a escolha antes do fechamento da folha do mês já receberão o novo valor no pagamento de julho. A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) disponibilizou um simulador para que os docentes possam comparar a atual folha de pagamento com a da Nova Carreira.

Tanto o sistema para adesão, quanto o simulador estarão disponíveis na Secretaria Escolar Digital.

CPP é contra Novo Plano de Carreira

Mesmo sob protesto do Centro do Professorado Paulista e demais entidades do magistério, o Novo Plano de Carreira foi aprovado pelos deputados na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, em 29 de março. Houve 49 votos favoráveis e apenas um contra.


Professora Neuza Sampaio

“A APASE já entrou com duas ações coletivas contra a Lei que instituiu a nova carreira do magistério por ferir vários artigos da LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional)” 

– Professora Neuza Sampaio, Conselheira e Diretora da Sede Regional Bauru do CPP.

* APASE – Sindicato dos Supervisores do Ensino do Magistério Oficial do Estado de São Paulo.


Entidades que representam o magistério, contudo, apontam que o reajuste em questão não é real e reclamam da exclusão da categoria nas discussões para elaboração do plano. Assinam uma ação coletiva o CPP, o Sindicato dos Supervisores do Ensino do Magistério Oficial do Estado de São Paulo (Apase), o Sindicato de Especialistas de Educação do Estado de São Paulo (Udemo) e o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp).

O CPP alerta que a categoria deixará de receber salário para receber subsídios. E ninguém vai ganhar mais do que R$ 5 mil por mês. A somatória que o governo faz, inclusive, é do valor bruto. Trata-se de uma reforma de toda a carreira do magistério público paulista e dos profissionais da Educação, com profundas alterações e até exclusão de direitos computados ao longo dos anos. Quem está finalizando a carreira será muito prejudicado. E quem está ingressando não irá alcançar o pico quando se aposentar.

Azuaite Martins de França

Na opinião de Azuaite Martins de França, terceiro vice- presidente do CPP, vereador e presidente da comissão de Educação por São Carlos, a medida destrói a carreira do magistério.

“Os professores devem resistir e não aceitar a Nova Carreira Docente. Vamos juntos lutar por valorização real e salário digno”, afirma.

Clique aqui e acesse o Decreto nº 66.794/2022 | Regulamenta a opção aos Planos de Carreira e Remuneração do Magistério

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s